A igreja de Esmirna

Estudos Bíblicos

Esmirna era uma bela cidade grega da Ásia Menor localizada num braço do mar Egeu.

A cidade de Esmirna era uma cidade importante e populosa no primeiro século, e era conhecida, principalmente, por sua beleza. Esmirna tem o significado de “mirra”, que por sua vez, significa “perfume” ou “cheiro suave”. A mirra teve um vasto uso em todo o passado distante, sendo considerada uma das mais finas especiarias.

Esmirna era uma bela cidade grega da Ásia Menor localizada num braço do mar Egeu. Ela ficava localizada onde atualmente fica a cidade de Izmir, na Turquia.

No primeiro século, Esmirna era uma cidade importante. Os estudiosos dizem que a cidade de Esmirna disputava com Éfeso e Pérgamo a posição de cidade mais importante da Ásia. Inclusive, moedas que circulavam na cidade a designavam como “a primeira cidade da Ásia em beleza e tamanho”.

A cidade de Esmirna também reivindicava ser o local de nascimento de Homero, o épico poeta da Grécia Antiga. Obviamente essa reivindicação trazia prestígio para a cidade. Documentos e dados arqueológicos sugerem que a cidade de Esmirna pode ter tido mais de duzentos mil habitantes no primeiro século.

A cidade Esmirna ficava ao redor da baía formada pelo braço do mar Egeu e era bastante pitoresca. Ela ficava numa encosta sobre o mar, e contava com esplêndidos edifícios públicos no topo do monte Pagus – que tem mais de 170 metros de altura –, formando o que era conhecido como “a coroa de Esmirna”. A brisa oeste vinha do mar e soprava por cada parte da cidade, tornando-a fresca e arejada, mesmo durante o verão!

As ruas da cidade de Esmirna eram muito bem pavimentadas. Inclusive, uma de suas ruas era conhecida como a “Rua do Ouro”, e cortava a cidade de leste a oeste.

Nessa famosa rua ficavam algumas das construções mais imponentes da cidade, incluindo dois templos em cada uma de suas extremidades. O templo da deusa patrona da cidade, Cibele Sipilene, ficava na extremidade leste. Já o templo dedicado ao deus grego Zeus ficava na extremidade oeste.

Na cidade também havia várias praças. Entre suas construções havia ainda uma biblioteca pública e muitos outros templos. Em sua área central ficava a Ágora romana.

A cidade de Esmirna também era conhecida por sua lealdade a Roma. Na verdade a cidade de Esmirna foi fiel a Roma desde o início de sua escala no poder para se tornar a capital do império mais poderoso daquela época.

Bíblia não fala de forma específica sobre o início da Igreja em Esmirna. Mas é aceito a ideia que a igreja de Esmirna foi fundada pelo apóstolo Paulo durante sua terceira viagem missionária. O livro de Atos dos Apóstolos, por exemplo, diz que a palavra do Senhor foi pregada aos habitantes de toda a Ásia, tanto judeus como gregos! Se foi nesse período que a igreja de Esmirna foi fundada, então isso aconteceu entre os anos de 53 e 56 d.C.

A tradição cristã sugere que Policarpo, discípulo do apóstolo João, foi o pastor da igreja de Esmirna. Sem dúvida é inegável a semelhança entre o testemunho de Policarpo e a situação enfrentada pela igreja de Esmirna conforme descrita na carta do Apocalipse.

Policarpo foi um cristão fiel, temente ao Senhor, e líder exemplar e assim como seu discipulador João, não aceitou reconhecer o imperador como uma divindade, sendo preso por isso!

Os romanos ordenaram que ele nega-se a Cristo se quisesse ser posto em liberdade, mas Policarpo assegurou que jamais poderia blasfemar contra o seu Rei e Salvador, a quem ele tinha servido por toda a vida, dizendo a famosa frase:
“Por oitenta e seis anos, eu O servi! “Como então posso blasfemar contra meu Rei e Salvador o negando? Prossigam com sua vontade.” Policarpo foi então queimado vivo na estaca por se recusar a adorar o imperador romano. Interessante que, momentos antes de sua morte, foi dado a ele a opção de escolher entre ser morto comido por animais selvagens ou ser queimado no fogo e ele disse:

“Ameaça-me com o fogo que pode durar por uma hora e, então, se extingue. Mas você ignora o fogo do julgamento vindouro e a punição eterna reservada para os ímpios. Então por que estas demorando? Faça logo a sua vontade”.

É curioso notarmos que Jesus não corrige e nem adverte a Igreja de Esmirna, mas apenas a elogia, consola e promete grandes bençãos após tal comunidade ser aprovada nas provações que estavam vivendo e que ainda iriam viver!

Por Policarpo e toda a Igreja estarem vivendo em uma cidade totalmente leal ao Imperador romano e adorarem ele como um deus e tal cidade estar coberta de idolatrias de todos os tipos, tendo inclusive no meio deles um templo para ZEUS e outro para o IMPERADOR, certamente a comunidade cristã, que anunciava Jesus como único Deus e Senhor, seria terrivelmente perseguida e rejeitada! De fato, como vimos acima, a perseguição a eles foi tão grande, que muitos tiveram que perder a própria vida, como o pastor Policarpo teve que perder por amor a Jesus!

Jesus diz ser Ele o primeiro e o Último, afirmando com isso que tudo começa nEle e tudo terminará nEle! O Salvador os lembra que ele também teve que morrer para salvá-los, mas depois de três dias tornou a viver e isso aconteceria com cada um deles que poderiam ser mortos por amor a Ele, mas ressuscitariam no dia que Jesus viesse levar sua Igreja para os céus onde viveriam eternamente!

Jesus deixou claro que conhecia a tribulação e sofrimento que estavam vivendo por amor a Ele, pois, mesmo a cidade de Esmirna sendo rica, havia um preconceito e uma forte rejeição pela maioria da população aos cristãos que ali viviam, que evitavam fazer negócios e manter relacionamentos com eles! Tal rejeição social, fazia com que a Igreja de Esmirna não tivesse muitos bens e recursos, mas apenas o básico para sobrevirem! Porém, toda a pobreza deles material, em nada afetava a riqueza deles espiritual, que consistia em amarem a Deus acima de tudo e de todos e esse amor e serviço cristão estava fazendo com que fossem guardados grandes tesouros e galardões nos céus!

Os judeus que possuíam sua sinagoga em Esmirna, em nada confrontavam ou negavam o sistema corrupto e carnal do império romano e também acabavam por contribuir com a perseguição aos cristãos, afirmando ser eles loucos, rebeldes e seguidores de um homem que dividiu o judaísmo! Assim como fizeram
com Jesus quando incitaram a multidão para que Ele fosse crucificado, assim também fizeram os judeus contra a Igreja nessa cidade! Jesus afirma claramente que, mesmo eles sendo judeus, possuindo sinagoga e dizendo pertencer a Deus, na verdade estavam a serviço de Satanás e receberiam cedo ou tarde a sua condenação!

Jesus também os avisa, que o diabo iria agir contra eles de modo feroz, certamente usando o imperador e todos os seus aliados para por na prisão alguns deles e assassinarem outros!

Todo esse ataque duraria 10 dias literais, ou tal número seria um símbolo que tal ataque não duraria para sempre!

Jesus pede para que eles sejam fiéis a ele, mesmo que sejam presos ou até mortos, pois depois Ele os concederia a coroa da vida, ou seja, a vida eterna nos céus!

A mensagem de Jesus para a IGREJA de ESMIRNA nos ensina que devemos ser fiéis a Ele em toda e qualquer circunstância! Nos ensina que Jesus nunca nos prometeu VIDA FÁCIL, mas VIDA ETERNA! Devemos aprender com os irmãos de Esmirna, que nossa vida não pertence a nós mesmos, mas sim a Jesus e se Ele deseja que passemos por momentos de sofrimentos e perseguições em nossa vida cristã, devemos aceitar e louvar ao nome dEle, pois fomos considerados dignos de não só viver, mas de sofrer por nosso Mestre! Aprendemos que, se Deus nos livrar de sofrimentos Ele é Deus, se não nos livrar Ele segue sendo Deus, está no controle de tudo e a Ele devemos louvar e adorar sempre!

Hoje, vivemos em uma geração que tem aprendido com falsos mestres que sofrimento, pobreza e dificuldades não vem de Deus, mas mal sabem eles que é justamente essas situações que Jesus usa para nos aperfeiçoar, purificar saber se de fato o amamos com todo o coração!

Conta-se uma história de 5 bandidos que entraram em um templo lotado de cristãos que ali estavam cultuando a Deus! O líder dos bandidos deu um tiro pra cima com sua arma e disse que, quem ficasse no templo por amor a Jesus seria morto, mas quem o negasse e fugisse de lá, permaneceria vivo! Todos os membros daquela igreja saíram correndo, ficando apenas o pastor e uma senhora idosa que era a líder do ministério de intercessão! Quando os bandidos viram que ficou somente os dois na igreja, guardadas suas armas, tomaram seu assento, puxaram suas bíblias e o líder dos bandidos disse ao pastor e a senhora idosa: “Podem começar agora o verdadeiro culto ao Senhor, pois os infiéis a Ele já foram embora”

Seu amor por Jesus chega ao ponto de sofrer por Ele? Seu amor por Jesus chega ao ponto perder sua própria vida por Ele?

Caso não, você não está apto para receber a coroa da vida eterna que será dada somente aqueles que são fiéis a Ele ao tal ponto de, se precisarem, perderem sua própria vida por amor ao Salvador!

Por: Edson Stürmer

Fonte: gospelprime.com.br/a-igreja-de-esmirna/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *