Cristãos na Coreia do Norte estão sendo espancados, torturados e passam fome

Notícias Gospel

Segundo um relatório lançado na terça-feira pela Korea Future, Cristãos na Coreia do Norte comunista estão sendo torturados mais do que membros de qualquer outro grupo religioso.

O relatório nomeado “Tortura e Cruel, Desumano ou Degradante Tratamento ou Punição sofridos pelas Minorias Religiosas da Coreia do Norte”, é  baseado em 237 entrevistas com sobreviventes, testemunhas e autores de perseguição que fugiram da ditadura marxista para a Democrática Coreia do Sul.

As vítimas de tortura entrevistadas para o relatório apresentavam cicatrizes e deformidades esqueléticas e sofriam com dor nas costas, cicatrização incorreta de fraturas, queixas somáticas e de transtornos depressivos.

“O cristianismo reivindica menos adeptos, mas é a tradição religiosa mais severamente perseguida dentro da Coreia do Norte”, afirma o relatório.

De acordo com Christian Today, uma testemunha relata que os agentes de segurança do estado espancaram até a morte uma prisioneira cristã líder de uma igreja subterrânea.

“Seu lábio foi rasgado. Os policiais seguraram o cabelo dela e bateram a cabeça dela contra as grades da cela. Um oficial disse para ela colocar a mão no chão. Ele pisou nela e virou os pés 90 graus. Todos os dedos dela quebraram.  Tratamento médico foi negado”, relembrou.

Desde o final da década de 1950, o “sistema de classes songbun”, formado para classificar a lealdade dos cidadãos ao regime, alega que as pessoas religiosas são classificadas como hostis ao Estado e sujeitas a discriminação e perseguição absolutas.

Foto: gospelprime.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.